quarta-feira, 21 de março de 2018

EDUCAÇÃO CRISTÃ DE FILHOS - CONCLUSÃO E BIBLIOGRAFIA GERAL




CONCLUSÃO


Em geral, as crianças são um reflexo da educação que recebem dos pais. A obrigação dos pais é educar os seus filhos com as informações e os estímulos corretos. Como crentes, eles devem basear esta educação nos princípios e valores da Palavra de Deus. O lar é o ambiente principal onde o indivíduo aprenderá os valores que levará por toda a sua vida e que influenciarão o seu comportamento da sociedade. Que tipo de cidadãos estamos criando na educação dos nossos filhos. Para isso, os pais precisam assumir um compromisso integral com Deus e a sua Palavra, tornando-se eficazes na prática da sua espiritualidade. O alvo dos pais que desejam dar uma educação cristã de qualidade para os seus filhos é orar por eles, ser testemunhas vivas do Evangelho, pregar e ensinar a Palavra com palavras e o próprio exemplo. Pais cristãos devem santos em meio a uma geração perversa, que destrói as famílias.
Mas de onde tirar esta motivação e coragem? Tantas são as fraquezas destes pais, as barreiras, as limitações, as opressões. De onde vem a capacidade para enfrentar tantos leões e a fornalha sempre ardente? O apóstolo Paulo tem a resposta: na graça de Deus (2 Co 12:9,10). Se queremos ser pais fortes, precisamos nos reconhecer fracos. Não é pela força do nosso braço nem pelo poder do nosso entendimento, mas pela capacitação que vem de Deus. Os pais cristãos não são super-heróis, mas possuem um poder além da sua humanidade, um poder espiritual que emana do trono da graça do Pai. Eles estão empoderados para amar, servir, perdoar, educar, viver a Palavra, evangelizar, ir além das suas próprias barreiras, completar a carreira e guardar a fé. São homens e mulheres crentes, repletos dos valores de Deus. Dizem que nós criamos os nossos filhos para o mundo. Todavia, a verdade é que precisamos criá-los para Deus e, assim, dar-lhes condições espirituais para enfrentar o mundo. É preciso coragem para subverter o sistema mundano gerador de morte que quer tragar nossos filhos. Deus tem levantado pais corajosos no mundo inteiro para esta árdua e relevante tarefa. Onde nossos pés não podem tocar, a nossa oração chega. Onde as palavras não são suficientes, o nosso exemplo fala alto. Sejamos corajosos, fortalecidos no Senhor e na força do seu poder.




BIBLIOGRAFIA


BETHEL, Sheila Murray. Qualidades que fazem de você um líder. São Paulo: Makron Books, 1995.

BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TIXEIRA, Maria de Lourdes Trassi. Psicologias: uma introdução ao estudo da psicologia, 13. ed.  São Paulo: Saraiva, 1999.

COVEY, Stephen. O poder da confiança. Rio de janeiro: Elsevier, 2008.

ELLINOR, Linda; GERARD, Glenna. Diálogo: redescobrindo o poder transformador da conversa. São Paulo: Futura, 1998.

GERZON, Mark. Liderando pelo conflito. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

TERCIOTTI, Sandra; MACARENCO, Isabel. Comunicação empresarial na prática. São Paulo: Saraiva, 2009.

WOOD, Perry. Os segredos da comunicação interpessoal. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2007.


AUTOR: Mizael de Souza Xavier, natural do Rio de Janeiro. Moro atualmente em São Paulo. Sou poeta, teólogo e escritor. Exerço o ministério pastoral na Igreja Cristão Nova Aliança do Senhor, em São Paulo/SP.

CONTATOS:

Whatsapp (11) 93013-4176
Facebook: facebook.com/mizaelsouzaxavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Por favor, jamais comente anonimamente. Escrevi publicamente e sem medo. Faça o mesmo ao comentar. Grato.